Agosto 22, 2020

CHEGOU – VOZ ATIVA 2020 – DEXTER, DJONGA, CORUJA, KL JAY, DJ WILL – VEJA AGORA

Para muitos é só mais um lançamento. O rapbr esta tão perdido que nenhum dos chamados atuais Portais de rap e HipHop, nenhum nesse momento 10:30 de sexta 21/08, postou sobre o lançamento…Me lembro os auges tempos de 2000, TODOS OS PORTAIS VIRANDO MADRUGADAS PARA DAR UMA NOTÍCIA PRIMEIRO…

Mas meu mano Dexter faz EU acreditar no poder do rap. Só quem viveu o rap como eu vivi sabe a importância do momento atual do rap e esse lançamento.

UM POUCO DE HISTÓRIA

Eu estava no lançamento do EP ESCOLHA SEU CAMINHO, onde VOZ ATIVA foi a música de trabalho. Quadra do Rosas de Ouro em SP – 1992, EU com meus 20 anos de idade, mais um baile da Zimbabwe, vários shows de abertura até o grande Momento. Lembro da Quadra Cheia, e aquelas esperas históricas dos bailes de rap, até porque os grupos faziam 3, 4 shows por noite rodando SP. Esse era o segundo álbum do grupo que trazia uma capa e contra-capa que mostrava a cena do rap naquele momento, na verdade Racionais sempre direcionou a cena.

Estudos, consciência era o motris da cena.

Capa da Frente
ContraCapa

No centro de SP, onde era o coração do rap no Brasil, todos os manos do rap usavam preto, andavam com livros embaixo do braço, era o início do SINDICATO NEGRO – primeira Posse de Rap (que esse que vós escreve fez parte), grupos traziam um discurso pesado DMN, FNR, FACE NEGRA, MRN entre outros preparavam o lançamento do CONSCIÊNCIA BLACK V.3.

Sem dúvida ali foi onde o rap era uma panela de pressão, andar pelo centro de preto, boné do Raiders – Sox – Kings (vou escrever porque de usar esses times dúvido que você saiba), era certeza de enquadro…Além de VOZ ATIVA no disco tinha ainda – NEGRO LIMITADO, vai brincando….https://www.youtube.com/embed/qyKjZ2rWjLY?feature=oembed

Saltamos no tempo!!!!

2020, A cena do rapbr uma porcaria, os lançamentos novos mais de 80% muito ruim, sem base, sem saber a história. Os rappers da verdadeira história tendo que salvar a todo instante.

Lives como a do IceBlue, tendo que colocar a mulekada no lugar dela. Mas sempre temos as exceções e a qualidade no meio da bagunça.

E Dexter conseguiu unir dois nessa releitura.

2020 o ano em que o celular fez o racismo existente vir a tona, sim porque ele sempre esteve presente, mas nos porões, na sombra. Mas a tecnologia criada por esses mesmos racistas, fez com que eles fossem filmados fotografados e paaaa, ESTOROU NAS TELAS E FEZ ACENDER TODA DISCUSSÃO.

Sabiamente DEXTER decidiu regravar e chamou KLJAY produtor original e seu filho DJ WILL, para esse momento de produção de um novo beat e conceito. Convocou dois da nova geração para fortificar e abençoou ambos, pois temos que pegar a mensagem por baixo disso. CORUJA e DJONGA se sintam mais do que abençoados nesse momento.

O Clipe feito por uma das maiores produtoras do país, nos tempos quentes do rap SINDICATO PARALELO, fez trampos históricos com RAPPIN HOOD, MV BILL, Direção dos monstros João Wainer, Mailson Soares e Ricardo Souza e Direção de Fotografia: Mailson Soar.

Algo que veio pra fazer barulho e agitar a cena brasileira, não tenho dúvida.

Escrevo com emoção, repito, de quem viveu o rap intensamente!!!!

SOBRE A MÚSICA

DEXTER com sua levada aspera nos leva ao centro do problema, e da solução ao mesmo tempo…

DJONGA com flow sensacional, CORUJA chega com seu vocal pesado.

Vários manos aparecem no clipe, meu irmão mais relevante que nunca PRETO ZEZÉ entre outros…

ESCUTE, VEJA, COLOQUE NO REPEAT

Emoção nesse momento – OBRIGADO DEXTER….OBRIGADO BROWN

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *