Setembro 23, 2020

GERSON KING COMBO, CANTOR PIONEIRO DO SOUL, MORRE AOS 76 ANOS

Gerson King Combo, cantor pioneiro do soul e do funk, morreu na noite desta terça-feira (22), aos 76 anos. A informação foi confirmada ao G1 pelo produtor Ronaldo Pereira. Ele afirmou que o artista morreu no Posto de Assistência Médica de Irajá, no Rio.

King Combo morreu em decorrência de infecção generalizada e de complicações da diabetes após ser internado. Ainda não há informações sobre velório e enterro.

Nascido no Rio de Janeiro em 30 de novembro de 1943, Gérson Rodrigues Côrtes era irmão de Getúlio Côrtes, autor da música “Negro gato”, famosa com Roberto Carlos e Luiz Melodia.

Gérson começou a carreira com o nome real e fez parte de várias bandas, como Renato e Seus Blue Caps, Fevers e Fórmula Sete. Ele também foi autor de hits da Jovem Guarda.

Depois, passou a se dedicar mais à black music e ao soul, fazendo parte de uma cena que tinha também Carlos Dafé, Hyldon, Cassiano, Tim Maia, Sandra de Sá e Banda Black Rio. O primeiro álbum, “Gérson King Combo Volume I”, saiu em 1977.

O disco tinha a música “Mandamentos Black”, o maior sucesso da carreira dele, utilizado em trilhas sonoras de séries e filmes.

O refrão ficou famoso por causa dos versos “Dançar como dança um black / Amar como ama um black / Andar como anda um black / Usar sempre o cumprimento black / Falar como fala um black / Eu te amo, brother.”

Nos anos 90, trabalhou como coordenador de eventos de uma fundação para crianças carentes. Nos anos 2000, retomou a carreira.

Após um período sem o reconhecimento merecido, ele foi “redescoberto” por uma nova geração em busca de um som “old school” e seguia fazendo shows.

Em novembro de 2019, às vésperas de completar 76 anos, lançou “Uma chance ao vivo”, primeiro single do álbum “Gerson King Combo 70 anos”. O registro foi feito anos antes, em 28 de novembro de 2013, na véspera do 70º aniversário do cantor.

O “James Brown brasileiro” – assim chamado pela adesão à velha escola do funk – se apresentou com a banda SuperGroove no Teatro Rival, no Rio.

O cantor passou mal na última semana e teve sua apresentação no Caxias Music Festival cancelada. Na segunda-feira (21), a produção dele informou que o cantor havia tido alta e retornado para casa, onde ficaria em observação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *